“Ele não é ingênuo”, diz ex-empresário do Luva de Pedreiro

Acusado de roubar e enganar Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, o ex-empresário do influenciador digital, Allan de Jesus, concedeu uma entrevista para Roberto Cabrini neste domingo (10) comentando a situação com o fenômeno da internet.

De acordo com o site Bahia Notícias, Allan disse ter áudios de conversas com quais vai virar o jogo. “Eu posso te afirmar que o Iran tinha noção de tudo, é um garoto muito inteligente. Ele não é ingênuo”, afirmou.

A entrevista de Iran Ferreira, proibida pela Justiça de ser veiculada, também foi revelada ao jornalista. O baiano acusou Allan de forçá-lo a assinar o contrato, mesmo sem saber ler.

“Quando painho falava que era pra chamar um advogado (para a leitura do contrato), ele falava que não ia ficar mais comigo. Eu não tinha nada na época e eu confiei nele, que disse que ia mudar minha vida. Assinei lá sem saber nada que eu tava assinando”, afirmou Luva de Pedreiro.

Allan Jesus alegou que o motivo de Iran não ter tido acesso a grande parte dos ganhos em contratos se dá porque os valores ainda serão recebidos a partir deste mês de julho.

“O Iran morava no Rio de Janeiro, a sua residência na Bahia a gente usava apenas de cenário para gravação naquela narrativa da humildade, da fé, da escassez”, declarou sobre a demora para mudança do influenciador, que agora está de casa nova.

Allan também falou que Luva tem sido “manipulado por pessoas que viram nele uma mina de ouro, viram um potencial nele de gerar muito dinheiro”.

“Nunca roubei um real dele, a gente criou esse projeto junto com ele para que a gente fizesse muito sucesso. A gente está junto há 4 meses, eu jamais colocaria 15 anos (de carreira) em risco por conta de 4 meses de trabalho”.


Postado em 11/07/2022
por De Olho no Rádio